sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Sorteio eletrônico para cursos técnicos contempla 7.982 jovens

O sorteio eletrônico para os cursos técnicos de nível médio da rede pública estadual, realizado ontem, quinta, dia 16, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, contemplou 7.982 jovens. Com um aumento de 5% do número de vagas oferecidas, em relação ao ano passado, o processo aconteceu com a presença de vários concorrentes dos cursos ofertados.

Os selecionados deverão se dirigir aos centros territoriais, estaduais e unidades de Educação Profissional, nos quais se inscreveram, nos dias 24 e 25 de janeiro para efetuar a matrícula. No ato, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, histórico escolar, carteira de identidade, comprovante de residência e duas fotos 3X4. O início das aulas está previsto para 7 de fevereiro de 2011.

“Este é o quinto sorteio público, que tem se tornado uma tradição no acesso democrático da Educação Profissional no nosso Estado, com garantia de transparência do processo, que é controlado pelo Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral e Conselho Estadual de Educação”, afirmou o professor Almerico Lima, superintendente da Educação Profissional da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

O aposentado Ubirajara de Souza Santos, pai de Lucas Machado Santos, 19 anos, mal acreditou quando ouviu o nome do seu filho ser chamado, apto para ocupar uma das vagas do curso de Técnicas de Edificações, no Colégio Estadual Severino Vieira. “Isso é um presente de Natal. Esse sorteio é maravilhoso porque não coloca nenhuma dúvida sobre a sua lisura e não tem aquela coisa do pistolão. É o curso que Lucas queria fazer, tomara que ele faça por merecer”, diz, orgulhoso. O rapaz não pôde comparecer ao local porque estava trabalhando.
O auditor da Auditoria Geral do Estado (AGE), Davimário Bittencourt, que acompanhou de perto o processo eletrônico, comentou sobre o sucesso do sorteio. “É o segundo ano que participamos do sorteio público, que é um procedimento novo mas já consolidado”, considera.

Documentos – Foram inscritos 60 mil jovens no sorteio eletrônico para Administração, Hospedagem, Rede de Comunicação, Alimentos, Contabilidade, Design, Segurança do Trabalho, Edificações, Logística e Técnico em Enfermagem, entre outros, totalizando 69 cursos em 39 centros de 30 municípios. Os cursos são oferecidos nos Centros Territoriais (CETEP), Centros Estaduais (CEEP) e unidades que ofertam Educação Profissional na capital e no interior.

Dos cursos existentes, um dos mais concorridos foi o Técnico em Enfermagem, do CETEP Portal do Sertão, em Feira de Santana, que teve 2.517 inscritos para 60 vagas, sendo 83,9 por vaga. Outro bem procurado, também, foi o de Técnico em Edificações, do CEEP em Gestão Severino Vieira, que teve 28 candidatos por vaga.

Arte e Design - Os estudantes contemplados no sorteio eletrônico para o CEEP em Arte e Design, em Salvador, passarão por um teste de habilidade específica que será realizado no próprio Centro, nos dias 24 e 25 de janeiro, mesmos dias da matrícula. Os/as candidatos/as deverão levar a mesma documentação exigida para a matrícula, pois os/as aprovados/as confirmarão a matrícula logo em seguida. O teste tem caráter eliminatório.

Fonte:Portal da Educação

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Sorteio Eletrônico para Educação Profissional será realizado amanhã

A estudante Jéssica Medrado Cerqueira, 19 anos, do município de Valente, é uma das/os 60.519 jovens que aguardam com ansiedade, o resultado do Sorteio Eletrônico para os cursos técnicos de nível médio na rede pública estadual. O sorteio será realizado amanhã (dia 16), às 15h, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), na Rua das Muriçocas, s/n, Paralela, em Salvador. Terá transmissão em tempo real por videoconferência e acompanhamento de órgãos normativos e de controle do Estado, como Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, professores/as, estudantes, pais e mães.

Estão sendo ofertadas 7.982 vagas para os Centros Territoriais (CETEPs), Centros Estaduais (CEEPs) e unidades que ofertam Educação Profissional na capital e interior para o primeiro e segundo semestres de 2011. Jéssica Medrado concorre para o Técnico em Alimentos, do Centro Estadual de Educação Profissional do Semiárido, em São Domingos. Para ela, o curso será um diferencial no futuro. “Se for selecionada tenho certeza que terei um futuro diferente, com a profissão com escolhi”, acredita.

Quatro municípios tiveram destaque nas inscrições. O curso Técnico em Enfermagem, do CETEP Portal do Sertão, em Feira de Santana, teve 83 inscritos por vaga. A concorrência no CETEP da Região Metropolitana, para o Técnico de Petroquímica, foi de 46 candidatos por vaga. Em Salvador, o Técnico em Edificações, do CEEP em Gestão Severino Vieira, teve 28 candidatos por vaga. O curso mais concorrido do CETEP do Agreste de Alagoinhas/Litoral Norte foi o Técnico em Segurança do Trabalho, com 29 candidatos por vaga.

Videoconferência – O Sorteio Eletrônico será transmitido para as salas das Direcs, por videoconferência, para os municípios de: Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Ibotirama, Ilhéus, Itaberaba, Irecê, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Macaúbas, Paulo Afonso, Piritiba, Ribeira do Pombal, Santo Amaro, Santo Antonio de Jesus, Seabra, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista.

Matrículas - A matrícula para os contemplados no sorteio eletrônico ocorrerá de 24 a 25 de janeiro de 2011. As pessoas contempladas deverão se dirigir aos centros territoriais, estaduais e unidades de Educação profissional para os quais se inscreveram. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, histórico escolar, carteira de identidade, comprovante de residência e duas fotos três por quatro. O início das aulas está previsto para 7 de Fevereiro de 2011.

Os/as estudantes contempladas/as no sorteio eletrônico para o CEEP em Arte e Design, em Salvador, passarão por um teste de habilidade específica que será realizado no próprio Centro, no turno apontado como preferencial no momento da inscrição, nos dias 24 e 25 de janeiro, mesmos dias da matrícula. Os/as candidatos/as deverão levar a mesma documentação exigida para a matrícula, pois os/as aprovados/as confirmarão a matrícula logo em seguida. O teste tem caráter eliminatório.

SEC realiza I Sessão do Fórum de Educação Profissional da Bahia

A Secretaria da Educação do Estado, por meio da Superintendência da Educação Profissional (Suprof), realiza nestas quinta e sexta-feira (dias 16 e 17), no Hotel Sol Victória Marina, em Salvador, a I Sessão do Fórum de Educação Profissional da Bahia. Instalado em 2009, este fórum é uma instância democrática, plural, não partidária e suprainstitucional, que reúne diferentes instituições e atores sociais, com o objetivo de acompanhar e fazer proposições sobre a Educação Profissional na Bahia e no Brasil, garantindo o controle e participação social nesta política pública de Estado.

A sessão será aberta às 9h, de quinta, com apresentações sobre a Educação Profissional da Bahia no Plano Decenal de Educação e dos resultados e perspectivas do Plano de Educação Profissional da Bahia, implantado em 2008. No período da tarde, será realizada mesa redonda sobre Educação Profissional e Desenvolvimento, com a participação dos técnicos do Dieese Mario Rodarte, Sônia Gonzaga e Nelson Karam. Entre debatedores, representantes dos trabalhadores e dos empresários.
Na sexta, haverá mesa redonda sobre: Participação e Controle Social na Educação Profissional, cujo palestrante será o professor-doutor da Universidade Federal de Campina Grande, Roberto Véras. E o período da tarde será dedicado à abordagem sobre os Desafios e Encaminhamentos para o Fórum de Educação Profissional da Bahia.

O superintendente da Educação Profissional do Estado, Almerico Lima, disse que o Fórum é uma forma de fortalecer a Política de Educação Profissional e proporcionar maior controle e participação social na gestão. “Esta é uma grande oportunidade de democratizarmos ainda mais a Educação Profissional da Bahia, ampliando o debate, prestando contas, ouvindo as contribuições das entidades representadas. Tudo isso possibilita uma política pública cada vez mais transparente, com controle e efetividade social”, acredita.

Mais sobre o Fórum de Educação Profissional

O Fórum de Educação Profissional da Bahia reúne representantes de entidades educacionais, sociedade civil e gestores públicos de diferentes segmentos e regiões geográficas da Bahia, desde entidades comunitárias, como a Escola Família Agrícola, estudantes, Territórios de Identidade, setores empresariais, sindicais, movimentos sociais, gestores públicos de secretarias do Estado à instituições representativas dos municípios, como a Undime – União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação.

Compõem ainda o Fórum, representantes dos Centros Estaduais, Territoriais e unidades que ofertam Educação Profissional no Estado, a Escola Técnica de Saúde, a Escola de Dança da Fundação Cultural, Universidades Estaduais e Federais, Institutos Federais e o Sistema S.

Entidades participantes do Fórum

SINDOMESTICO - Sindicato dos Trabalhadores Domésticos do Estado da Bahia
CUT - Central Única dos Trabalhadores
FETRAF - Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar
AECOFABA - Associação das Escolas das Comunidades e Famílias Agrícolas da Bahia
REFAISA - Rede das Escolas Famílias Agrícolas Integradas do Semiárido
APLB - Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia
APAE - Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais
IFBA - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
IFBAIANO - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano
Coordenação dos Territórios de Identidade da Bahia
FECOMERCIOBA - Federação do Comércio do Estado da Bahia
FIEB - Federação das Indústrias do Estado da Bahia
FAEB - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia
SENAI - Departamento Regional da Bahia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
SENAT - Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte em Salvador
SENAC - Departamento Regional da Bahia do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
SETRE - Secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia
CEE - Conselho Estadual de Educação
SUDEB - Superintendência de Desenvolvimento da Educação Básica
SUPAV - Superintendência de Acompanhamento e Avaliação do Sistema Educacional
IAT - Instituto Anísio Teixeira
DIREC 7
CEEP DA BAHIA

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Superintendente da Educação Profissional receberá Medalha Nilo Peçanha


O professor e superintendente da Educação Profissional do Estado da Bahia, Almerico Lima, receberá no próximo dia 15, em Brasília, a Medalha Nilo Peçanha. A honraria faz parte das comemorações do centenário da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica e a medalha será conferida pelo Ministro da Educação às personalidades e entidades que prestaram relevantes serviços à Educação Profissional e Tecnológica no país, entre elas o Presidente Lula, o ex-Ministro Cristovam Buarque e o SENAI.

A indicação do professor Almerico se deve aos mais de 35 anos de vinculação à Educação Profissional, iniciada em 1975 quando ingressou na Escola Técnica Federal da Bahia (ETFBA), hoje IF Bahia. Trabalhou como analista químico no Pólo Petroquímico de Camaçari e foi militante no Movimento Sindical (Sindiquímica, Confederação Nacional dos Químicos e CUT-Bahia). Atuando fortemente na educação popular e sindical, graduou-se em Pedagogia e tornou-se Mestre e Doutor em Educação, direcionando sua trajetória profissional e de vida, à docência, pesquisa e gestão da Educação Profissional, sempre tendo como objeto a educação integral dos trabalhadores.

Trajetória e Contribuições. Desde 2008, assumiu a Superintendência de Educação Profissional da Secretaria de Educação da Bahia (Suprof). É responsável pela elaboração e gestão da Política e Plano de Educação Profissional da Bahia e pela Coordenação Executiva do Programa Estadual de Inserção de Jovens, sendo também conselheiro do Conselho Estadual de Educação (CEE) e do Conselho Estadual de Desenvolvimento Territorial (CEDETER).

Anteriormente (2003 a 2007), o professor Almerico integrou o governo federal, ocupando a Diretoria de Qualificação do Ministério do Trabalho e Emprego. Algumas das suas contribuições foram a elaboração, implantação e gestão do Plano Nacional de Qualificação e co-elaboração do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), e dos Programas Trabalho Doméstico Cidadão, Saberes da Terra e Próximo Passo.


Isto só foi possível pela experiência obtida no período 1996 a 2000 quando participou da elaboração, formação de educadores, gestão e avaliação de projetos de educação profissional integrada à educação de jovens e adultos em todo o Brasil: Formação Integral (nacional), Vento Norte (Amazônia), Flor de Mandacaru (Nordeste) Brasil Central (Centro Oeste), Semear (Bahia), Integração (São Paulo, Brasília e Pará), Trabalho Doméstico Cidadão (Bahia), produzindo vários textos e organizando dois livros relacionados a tais experiências, além da co-fundação do Fórum de Educação de Jovens a Adultos da Bahia (2002).

No plano conceitual, aprofundou a noção de Formação Técnica Geral, e concebeu e elaborou a noção de arcos ocupacionais, aplicando-as às políticas públicas. Nas suas elaborações, tem utilizado as relações entre trabalho, educação e desenvolvimento sócio econômico ambiental; das relações entre ciência, tecnologia e sociedade; da base territorial das políticas públicas; da participação e o controle social; do currículo integrado com base no trabalho como princípio educativo; da produção de conhecimento e da intervenção social por meio das tecnologias sociais como princípios pedagógicos.

Trabalho em equipe - O professor e superintendente disse que se sente honrado com a premiação. “Só queria estender este reconhecimento a todas as equipes de gestores e educadores que trabalharam comigo, no Sindicato, na CUT, no Ministério do Trabalho e na Secretaria de Educação. Construir a Educação Profissional foi e sempre será um trabalho de equipe”.

Ele falou ainda que apesar da expansão quantitativa ser a maior visibilidade da Educação Profissional da Bahia, o mais importante está sendo o reconhecimento da seriedade, efetividade social e qualidade pedagógica desta política pública. A Educação Profissional da Bahia está contribuindo para a elaboração das novas diretrizes e de novas práticas da Educação Profissional do Brasil. É muito bom também verificar a satisfação de estudantes, pais, movimentos sociais, empresários, prefeituras, enfim de todos os agentes sociais envolvidos neste processo", afirmou.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

CETEP do Recôncavo realiza I Encontro sobre Educação Profissional

O Centro Territorial de Educação Profissional do Recôncavo (CETEP Recôncavo), em Santo Antônio de Jesus, promove na próxima quarta-feira (dia 15), às 9 h, o I Encontro de Educação Profissional do CETEP. Um dos objetivos é contribuir para divulgar os cursos técnicos de nível médio e os investimentos do Estado para qualificar e formar a juventude e trabalhadores/as para que se beneficiem do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do território com grandes potenciais para a indústria, comércio, agricultura, pesca e pecuária.

Inaugurado no dia 11 de junho deste ano pelo governador Jaques Wagner, o CETEP do Recôncavo está destinado a atender os estudantes de todo o território e é uma das medidas de reparação às 64 vítimas da explosão de uma fábrica clandestina de fogos de artifício em 1998, em Santo Antônio de Jesus, conforme acordo celebrado entre o Governo Brasileiro e o Sistema ONU, em 2005.

No CETEP do Recôncavo são oferecidos os técnicos de nível médio em Agropecuária, Logística, Segurança do Trabalho e Enfermagem. Oferta ainda, os arcos ocupacionais em Madeira e Móveis e Construção e Reparos II pelo Proeja/Fundamental. No município de Santo Antônio de Jesus também há oferta Educação Profissional no Colégio Estadual Francisco da Conceição Menezes com o Curso Técnico em Comércio.

O encontro é uma iniciativa dos gestores do CETEP do Recôncavo, das Diretorias Regionais de Educação dos municípios de Santo Amaro (Direc 31), Cruz das Almas (Direc 32) e de Santo Antônio de Jesus (Direc 4).


A Educação Profissional no Território do Recôncavo

O Território do Recôncavo foi um dos mais beneficiados com a expansão da Educação Profissional para o interior. Neste território, até o início de 2007, não havia oferta de Educação Profissional. Nos últimos três anos e meio, esta realidade mudou. Com a implantação do Plano de Educação Profissional da Bahia, mais de 2.400 jovens e trabalhadores/as do Recôncavo estão matriculados em cursos técnicos de nível médio e arcos ocupacionais de qualificação profissional pelo Proeja/Fundamental em diferentes cidades do Recôncavo, além de Santo Antônio de Jesus.

Em Maragogipe está instalado o Centro Estadual de Educação Profissional Vale do Paraguaçu, com os cursos técnicos em Agropecuária e Guia de Turismo. Em Santo Amaro, há o técnicos em Recursos Pesqueiros, no Colégio Estadual Castro Alves, o técnico em Guia de Turismo, no Colégio Estadual Polivalente de Santo Amaro e o arco ocupacional Agroextrativismo, no Centro Educacional Teodoro Sampaio.

Em São Sebastião do Passé, há o técnico em Meio Ambiente, no Colégio Polivalente Monsenhor Luiz Ferreira de Brito. Em Cruz das Almas, há oferta do arco ocupacional Construção e Reparos I, na Escola Estadual José Batista da Fonseca, e dos técnicos em Informática, Agroecologia e Agropecuária, no Colégio Estadual Alberto Torres. Em Nazaré é ofertado o arco ocupacional Telemática, no Colégio Estadual Luiz Viana Filho e em Cachoeira, o técnico em Hospedagem, no Colégio Estadual de Cachoeira. No município de Governador Mangabeira, o arco ocupacional Metalmecânica é ofertado no Centro Esducacional Angelita Gesteira, Centro Educacional Professor Agnaldo Viana Pereira e Escola Municipal Helena Magalhães.

Em 2011, também deverá haver oferta de Educação Profissional em Castro Alves e Conceição do Almeida.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Inscrições para cursos técnicos de nível médio são prorrogadas até domingo

Está prorrogado até o próximo domingo (dia 12), o prazo para as inscrições dos cursos técnicos de nível médio na rede pública estadual. Estão sendo ofertadas 7.982 vagas para os Centros Territoriais, Centros Estaduais e unidades que ofertam Educação Profissional na capital e interior para o primeiro e segundo semestres de 2011. Podem se inscrever as pessoas que já concluíram o ensino médio até 2010 em escola pública e querem fazer um curso técnico de nível médio. As inscrições estão sendo feitas, exclusivamente, no Portal da Educação: http://www.educacao.ba.gov.br/

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Inscrições para a Educação Profissional até a próxima sexta-feira

Termina na próxima sexta-feira (dia 10) o prazo para as inscrições dos cursos técnicos de nível médio na rede pública estadual. Estão sendo ofertadas mais de 7 mil vagas para os Centros Territorias, Centros Estaduais e unidades que ofertam Educação Profissional na capital e interior para o primeiro e segundo semestres de 2011. As inscrições estão sendo feitas, exclusivamente, no Portal da Educação: http://www.educacao.ba.gov.br/

Podem se inscrever as pessoas que já concluíram o ensino médio até 2010 em escola pública e querem voltar para fazer um curso técnico de nível médio. Ao acessar a página de inscrição, o(a) candidato(a) deve informar o número do CPF e fazer apenas uma opção de curso, indicando qual o Centro Territorial, Estadual ou unidade que quer estudar. Também deve apontar o turno de sua preferência e optar entre o primeiro e o segundo semestres de 2011.

Há vagas para 10 eixos tecnológicos que contemplam cursos técnicos de nível médio como: Administração, Hospedagem, Rede de Comunicação, Alimentos, Eletroeletrônica, Contabilidade, Design, Manutenção Automotiva, Agroindústria, Segurança do Trabalho, Edificações, Logística e técnico em Enfermagem (acesse aqui e veja a relação completa)

Sorteio Eletrônico

As vagas serão distribuídas por sorteio eletrônico, uma forma democrática de acesso à EP na Bahia por garantir igualdade de oportunidade para todos/as. O sorteio será realizado no dia 16 de dezembro, às 15h30, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), localizado na Rua das Muriçocas, s/n, Paralela, em Salvador. O sorteio será transmitido por videoconferência e acompanhado por órgãos controladores do Estado, como o Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, professores/as e é aberto para acompanhamento de estudantes, pais e mães.

Matrícula

A matrícula para os contemplados no sorteio eletrônico ocorrerá de 24 a 25 de janeiro de 2011. As pessoas contempladas deverão se dirigir aos centros territoriais, estaduais e unidades de Educação profissional para os quais se inscreveram. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, histórico escolar, carteira de identidade, comprovante de residência e duas fotos três por quatro. O início das aulas está previsto para 7 de fevereiro de 2011.

Para mais informações acesse: http://www.educacao.ba.gov.br/ / http://www.educacaoprofissionaldabahia.blogspot.com/

CETEP do Recôncavo sedia II Congresso de Estudantes da Rede Estadual

O Centro Territorial de Educação Profissional do Recôncavo(Cetep do Recôncavo), em Santo Antônio de Jesus, foi sede do II Congresso de Estudantes da Rede Estadual, cuja abertura contou com a presença do secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto. Sob o tema Protagonismo estudantil - mais motivação, mais responsabilidade: o nosso desafio, o encontro, dessa vez, contou com a organização dos próprios estudantes.

Os 159 delegados, representando 19.528 alunos de 25 escolas estaduais inscritas, discutiram as políticas públicas educacionais, entre outros temas. Ao contrário da primeira edição (2009), quando o evento foi organizado, exclusivamente, pela Diretoria Regional de Santo Antôniop de Jesus (DIREC 4), o congresso foi realizado pelo fórum de alunos, eleito no ano passado.

Na primeira edição do encontro, foram discutidas e votadas propostas pelos estudantes, dentro das novas metas da Secretaria de Educação do Estado da Bahia. A implantação de grêmios estudantis, a presença de coordenadores pedagógicos nas unidades escolares e o fortalecimento dos colegiados são algumas dessas conquistas.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Centros Territorias e Estaduais de EP irão ofertar anualmente o Proeja/Fundamental



Os Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional passarão a ofertar anualmente a modalidade Proeja/Fundamental voltada para as pessoas que não concluíram o ensino fundamental (Educação Profissional Integrada à educação de jovens e adultos). Esta foi uma das novidades apresentadas nesta quinta-feira (dia 02), no III Encontro de Gestores da Educação Profissional: Construindo a Efetividade Social e a Qualidade Pedagógica, realizado em Salvador.

Atualmente, a oferta desta modalidade é garantida no âmbito do Programa Trilha, por meio das ações Trilha/SEC e Trilha/Projovem Urbano. Com a oferta do Proeja/Fundamental, segundo o superintendente da Educação Profissional do Estado, Almerico Lima, “se garante uma política pública de Estado, pois possibilita que os/as beneficiados com o programa, tenham permanentemente a oportunidade de voltar à escola e de ter uma qualificação profissional. É um passo importante de resgate da auto-estima e que pode significar uma alavanca no sentido de fazer com eles/as continuem as suas formações no nível médio, por meio de cursos técnicos, e chegando até às universidades”.

Outra boa notícia do encontro é que as estruturas dos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, a exemplo dos laboratórios para aulas práticas dos cursos técnicos de nível médio, passarão a ser usadas pelos jovens e adultos matriculados no Proeja/Fundamental. A proposta é ampliar nos Territórios de Identidade, o acesso dos/as estudantes, de 18 e 29 anos, do programa às tecnologias disponibilizadas nos centros e possibilitar que tenham melhores condições de qualificação profissional, de elevação da escolaridade e inserção cidadã no mundo do trabalho.

São ofertados 10 arcos ocupacionais de acordo com as demandas dos Territórios de Identidade: Agroextrativismo, Alimentação, Construções e Reparos I, Construções e Reparos II, Metalmecânica, Saúde, Pesca/Piscicultura, Madeira e Móveis, Telemática, Turismo e Hospitalidade.

Sobre o Trilha/Projovem Urbano

O Trilha/Projovem Urbano é uma das ações desenvolvidas pela Secretaria da Educação, no âmbito da Suprof, dentro do Programa Tilha - Programa Estadual de Inserção de Jovens no Mundo do Trabalho – com ações em diferentes secretarias. A outra ação é o Trilha/SEC.

O Trilha foi criado pelo Decreto Estadual de nº 11.262, em 21 de outubro de 2008, com objetivo central de inserir jovens em atividades produtivas, seja em postos formais de trabalho ou em atividades empreendedoras para a geração de renda, a exemplo da economia solidária, motivando-os para o exercício da cidadania. A terceira ação do Trilha na Secretaria da Educação é o Trilha/Projovem Saberes da Terra, executada pela Superintendência de Educação Básica (SUDEB).
Fotos: Manoel Filho

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Osvaldo Barreto destaca papel dos gestores no fortalecimento da Educação Profissional

Uma educação de alta qualidade e que faça a diferença na vida dos/as educandos/as é o grande esforço feito pela Secretaria da Educação do Estado em todos os níveis, afirmou o secretário, Osvaldo Barreto, hoje (dia 30), no III Encontro de Gestores de Educação Profissional (2010): Construindo a Efetividade Social e a Qualidade Pedagógica, no Hotel Vila Mar, em Salvador. Nesse contexto, o secretario destacou a Educação Profissional como uma das áreas que mais avançam e que o fortalecimento desta política pública é uma responsabilidade de todos/as, sobretudo, dos/das gestores.

“A Educação Profissional para nós é extremamente importante, por isso trabalhamos com foco na escola pública e consequentemente dos centros territoriais e estaduais de Educação Profissional que fazem parte da rede. O próprio governador Jaques Wagner é um entusiasta da Educação Profissional e tem apoiado esse processo de expansão e fortalecimento da EP. O objetivo é trilharmos um caminho de potencialidade dos centros como também da educação profissional integrada ao ensino médio”, afirmou.

Ao destacar que a Educação Profissional tem alcançado uma dimensão muito grande no Brasil ao ponto de fazer parte do programa de governo da presidenta eleita, Dilma Rousseff, Osvaldo Barreto, disse que a Secretaria está investindo muito na educação básica e ensino fundamental, pois pretende acabar com o analfabetismo na Bahia. Ele ressaltou que a perspectiva é fazer com que os/as estudantes, ao passarem de um nível para outro, estejam mais preparados para ingressar na Educação Profissional.

“Este trabalho integra todas as áreas e reflete na Educação Profissional na medida em que tivermos jovens com formação sólida, com uma base forte do ensino básico, mais preparados estarão para a Educação Profissional. Para isso precisamos que todos os nossos esforços e atenções estejam canalizados para o fortalecimento da escola pública e os/as gestores têm essa possibilidade de fazer a diferença”.

O encontro está reunindo cerca de 380 gestores/as, entre diretores das Direc´s, diretores/as e vices-diretores dos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional e diretores/as que ofertam EP e Trilha/Projovem Urbano. O encontro prossegue até a próxima quinta-feira (dia 02) e objetiva planejar o ano letivo de 2011. Visa também abordar diferentes dimensões da Educação Profissional, como as diretrizes e desafios da EP para 2011-2014, a garantia da efetividade social e da qualidade pedagógica, a estabilidade da rede com ênfase no concurso público, a Educação Profissional (EP) no fortalecimento da educação básica e o atendimento às demandas estratégicas na educação dos/as trabalhadores/as.

Gestores da Educação Profissional recebem atendimento especial da Suprof

Atendimento especial e personalizado. Esta foi uma das atividades do segundo dia do III Encontro de Gestores de Educação Profissional da Bahia: Construindo a efetividade social e qualidade pedagógica, em Salvador. Diretores/as das Direc´s, diretores/as e vices dos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, foram recebidos por técnicos das diferentes diretorias da Superintendência da Educação Profissional (Diretoria de Institucionalização da EP – DIREPI -, Diretoria de Gestão e Planejamento – DIRGEP -, Diretoria de Desenvolvimento da EP -DIRDEP - e Diretoria de Formação Inicial e Continuada - DIRFIC.

Em salas separadas, os gestores tiraram dúvidas e fizeram encaminhamentos relacionados a questões das mais diversas que fazem parte do cotidiano e funcionamento dos centros. O superintendente da Educação Profissional, Almerico Lima, teve uma reunião com os/as diretores/as e vices dos Centros Territorias e Estaduais de EP. Este foi um momento para avaliar o ano letivo de 2009 e mais uma oportunidade dentro do encontro de gestores para estreitar o diálogo e trocar experiências. Os/as dirigentes puderam alinhar e planejar ações para 2011 e ampliar as linhas de ação para a gestão dos centros.

Paralelamente, diretores das Direc´s e vices dos centros puderam junto a outros/as técnicos/as da Suprof, fazer encaminhamentos que contribuam para o pleno desempenho das atividades dos centros. Para a professora Laene Lopes, coordenadora do curso Técnico em Enfermagem, do Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul, em Teixeira de Freitas, as principais dúvidas eram com relacionadas ao estágio. “Com este atendimento, estou me sentindo mais segura para resolver problemas juntamente com a equipe do CETEP”, disse.

A diretora de Desenvolvimento da Educação Profissional, Teresa Vilaça, afirma que o momento é privilegiado, por ser uma fase de avaliação das ações da Educação Profissional. “Tirando as dúvidas dos/as nossos/as gestores/as, estamos resolvendo problemas da nossa rede, contribuindo para que haja, cada vez mais, uma boa prestação de serviço à sociedade”.

Paulo Mota, vice-dirtor do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão Severino Vieira, avalia que o encontro está sendo construtivo e afirma que momentos como este favorecem a unificação das ações da Rede de Educação Profissional.
Fotos: Manoel Filho

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Gestores da Educação Profissional planejam ano letivo de 2011

Gestores da Educação Profissional de todos os Territórios de Identidade da Bahia participam de hoje (dia 29) até a próxima quinta-feira (dia 02), em Salvador, do III Encontro de Gestores de Educação Profissional (2010): Construindo a Efetividade Social e a Qualidade Pedagógica. Um dos objetivos é preparar o ano letivo de 2011. Mas a programação do encontro é abrangente e visa também abordar diferentes dimensões da Educação Profissional, como as diretrizes e desafios da EP para 2011-2014, a garantia da efetividade social e da qualidade pedagógica, abordar a estabilidade da rede com ênfase no concurso público, a Educação Profissional (EP) no fortalecimento da educação básica e o atendimento às demandas estratégicas na educação dos/as trabalhadores/as.

O encontro foi aberto pelo superintendente da Educação Profissional do Estado, Almerico Lima, que, a princípio, fez um balanço dos avanços alcançados pela rede desde a implantação, em 2008, do Plano de Educação Profissional. “O Governo do Estado é vitoriosos, todos/as os/as atores sociais envolvidos neste processo são vitoriosos/as porque implantamos a rede não só fisicamente, mas conceitualmente, pedagogicamente. Estamos vendo o resultado deste trabalho por meio dos benefícios diretos da qualificação e formação profissional dos/as nossos/as jovens e trabalhadores”.

Almerico Lima apresentou os números que refletem esta realidade. Se em 2006 eram apenas 4.016 matriculados, em 2010 já são 43.803 estudantes beneficiados/as com cursos técnicos de nível médio - um aumento superior a 1.000 %. Em 2006, eram 34 unidades com cursos técnicos, atualmente são 141 (sendo 27 Centros Territoriais e 12 Centros Estaduais). Havia apenas 22 municípios com EP, atualmente são 104 municípios. O número de cursos ofertados saltou de 15, em 2006, para 69 em 2010.

Perspectivas e desafios da Educação Profissional


As perspectivas e desafios da Educação Profissional para 2011-2014 também discutidas. O superintendente da EP, Almerico Lima, enfatizou que a Educação Profissional é uma política pública e política social de Estado e é parte estratégica para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental do país e da Bahia. Segundo ele, a EP é também uma política de trabalho, de educação e desenvolvimento, porque deve investir na formação integral do/a futuro/a técnico/a para que ele/a, por meio de mão de obra qualificada, se beneficie do desenvolvimento do Estado.

Para Lima, a EP é como um direito e que deve, pelo Sistema Nacional de Educação, estar necessariamente articulada com a Educação Básica. “Não podemos abrir mão de focarmos o trabalho como princípio educativo, do alinhamento entre trabalho, educação e desenvolvimento e ciência, tecnologia e sociedade. Isso é fundamental para nossa atuação porque os centros e unidades vão ser, cada vez mais, produtores de conhecimento e de tecnologias sociais, para que as ações pedagógicas se revertam sempre em benefícios para a coletividade”, comenta.


Entre as missões da rede de EP para os próximos cinco anos, o superintendente apontou, como imprescindíveis, a continuidade da implantação das bases desta política pública, vinculadas às demandas do desenvolvimento socioeconômico e ambiental nos territórios, cadeias e arranjos socioprodutivos locais. Outra missão é contribuir para a elevação da escolaridade e do nível de qualificação dos/as trabalhadores/as garantindo a efetividade social, a orientação profissional e qualidade pedagógica das ações de EP e implantar o marco regulatório e modelo de gestão adequado. O superintendente destacou a necessidade da realização do concurso público, do investimento contínuo na formação de professores, na adequação, instalação e aquisição de laboratórios e equipamentos.

Outro ponto enfatizado é a necessidade de contribuir para a efetividade social e a qualidade pedagógica da Educação Básica na Bahia, por meio do enriquecimento do currículo do ensino médio e da oferta da Educação Profissional integrada à elevação da escolaridade para as populações vulneráveis. “Precisamos ainda articular ações públicas e privadas de Educação Profissional na Bahia e implantar o sistema de certificação profissional vinculado às demandas estratégicas permanentes e urgências de qualificação social e profissional dos trabalhadores/as. Ressaltamos que todo estes processo de construção, consolidação e fortalecimento da rede passou e passará sempre pelo amplo diálogo com os conselhos e diferentes atores sociais com vistas a garantir o controle social”.

Até a próxima quinta-feira (dia 02) serão abordadas diferentes dimensões da Educação Profissional, que envolvem, por exemplo, o institucional, o pedagógico, o financeiro e a gestão dos centros de EP.

Gestores/as falam sobre importância do encontro


Para os gestores da Educação Profissional e Direc´s, o Encontro é uma oportunidade de fortalecer, ainda mais, a rede. Segundo Judith Leite, vice-diretora do Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design, em Salvador, "um evento como este favorece o amadurecimento das nossas ações no dia-a-dia e durante a realização da nossa gestão. Além de termos oportunidade de tirarmos dúvidas e conhecermos o futuro da Educação Profissional”.

Nancy Bulcão, gestora do Centro Territorial de Educação Profissional da Região Metropolitana, em Camaçari, acredita afirma que "assim como eu, meus colegas devem estar também se sentindo reconhecidos, por terem a oportunidade de apresentar suas propostas e opinar pelo futuro da rede. É muito prazeroso ver os resultados alcançados na rede de Educação Profissional”

E Munique Gonçalves, diretora da Direc 31, em Santo Amaro, falou que "esta ação é uma uma forma de socializar o nosso trabalho, realizado dia-a-dia. Por meio de debates como este, estamos alçando uma rede uniforme, com um único discurso para alcançarmos, cada vez mais, uma rede de Educação Profissional com mais qualidade.

Fotos: Manoel Filho

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Abertas inscrições para a Educação Profissional

Quem busca uma oportunidade de qualificação e formação profissional para ter melhores condições de inserção no mundo do trabalho, chegou a hora. Começam nesta segunda-feira (dia 29) e prosseguem até o dia 10 de dezembro, as inscrições para os cursos técnicos de nível médio na rede pública estadual. Serão ofertadas 7.982 vagas para os Centros Territorias, Centros Estaduais e unidades que ofertam Educação Profissional na capital e interior, para o primeiro e segundo semestre de 2011. As inscrições serão feitas, exclusivamente, no Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br

Esta é mais uma etapa do Plano de EP da Bahia, implantado em 2008 e que possibilitou o aumento de mais de 1 000% da oferta de vagas da EP no Estado. Em 2006, eram apenas 4.016 matrículas e atualmente (sem as matrículas novas) já são mais de 43.800 matriculados nos cursos técnicos de nível médio da rede pública estadual.

Os cursos são da forma de articulação subsequente, ou seja, para quem já concluiu o ensino médio e quer voltar para as salas de aula para fazer um curso técnico de nível médio e obter qualificação e formação profissional. Podem se inscrever apenas pessoas que concluíram o ensino médio em escola pública até o ano de 2010.

Ao acessar a página de inscrição, o(a) candidato(a) deve informar o número do CPF e fazer apenas uma opção de curso, indicando qual o Centro Territorial, Estadual ou unidade que quer estudar. Também deve apontar o turno de sua preferência e optar entre o primeiro e o segundo semestres de 2011.

Há vagas para 10 eixos tecnológicos que contemplam cursos técnicos de nível médio como: Administração, Hospedagem, Rede de Comunicação, Alimentos, Eletroeletrônica, Contabilidade, Design, Manutenção Automotiva, Agroindústria, Segurança do Trabalho, Edificações, Logística e técnico em Enfermagem (ver relação completa na tabela abaixo).

Sorteio Eletrônico

As vagas serão distribuídas por sorteio eletrônico, uma forma democrática de acesso à EP na Bahia por garantir igualdade de oportunidade para todos/as. O sorteio será realizado no dia 16 de dezembro, às 15h30, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), localizado na Rua das Muriçocas, s/n, Paralela, em Salvador. O sorteio será transmitido por videoconferência e acompanhado por órgãos controladores do Estado, como o Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, professores/as e é aberto para acompanhamento de estudantes, pais e mães.

Matrícula

A matrícula para os contemplados no sorteio eletrônico ocorrerá de 24 e 25 de janeiro de 2011. As pessoas contempladas deverão se dirigir aos centros territoriais, estaduais e unidades de Educação profissional para os quais se inscreveram. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, histórico escolar, carteira de identidade, comprovante de residência e duas fotos três por quatro. O início das aulas está previsto para 7 de fevereiro de 2011.

Avanço na EP

Os números demonstram a proporção que a rede de Educação profissional alcançou até agora. Se em 2006 eram apenas 4.016 matriculados, em 2010 já são mais de 43.800 estudantes beneficiados/as com cursos técnicos de nível médio - um aumento superior a 1.000 %. Em 2006, eram 34 unidades com cursos técnicos, atualmente são 141 (sendo 27 Centros Territoriais e 12 Centros Estaduais). Havia apenas 22 municípios com EP, atualmente são 104 municípios. O número de cursos ofertados saltou de 15, em 2006, para 69 em 2010.

Para mais informações acesse: www.educacao.ba.gov.br / www.educacaoprofissionaldabahia.blogspot.com


Perguntas frequentes sobre o Sorteio Eletrônico 2011

Onde faço a inscrição?No Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br.

O que é preciso para me inscrever?Ao acessar a página de inscrição, você deve informar o número do seu CPF. Faça apenas uma opção de curso. Indique qual o Centro Territorial, Estadual ou unidade com oferta de vagas que você quer estudar. Também aponte o turno de sua preferência.

Qual o período de inscrição?De 29 de novembro a 10 de dezembro de 2010

Quem pode se inscrever?Qualquer pessoa que tenha concluído o ensino médio em colégio público até o ano de 2010. Isso significa que pode se inscrever até mesmo quem já concluiu o ensino médio em escola pública há 5, 10 anos ou mais e quer voltar para as salas de aula para fazer o curso técnico de nível médio.

Depois de concluir a inscrição o/a candidato/a pode modificar suas opções?Sim. No sistema há uma tela para alterar a inscrição.

Porque não consigo acessar o site?Pode haver vários motivos, dentre eles podemos citar:
- Falta de conexão com a internet por parte do usuário.
- Endereço digitado incorretamente no navegador.
- O portal pode estar fora do ar por algum problema interno.

Como validar minha inscrição?É simples. Ao concluir sua inscrição, vai aparecer na tela de visualização de dados que a inscrição foi efetuada com sucesso e ainda uma mensagem de confirmação. O/a candidato/a também poderá imprimir um comprovante de inscrição.

O candidato pode imprimir a inscrição?Sim, após a inscrição ter sido confirmada será disponibilizada a impressão a qualquer momento dentro do prazo de inscrição.

Como e quando ficarei sabendo do resultado?No mesmo dia da realização do sorteio eletrônico, 16 de dezembro. O sorteio está previsto para começar às 15h e será transmitido por videoconferência. Quem quiser acompanhar ao vivo pode se dirigir ao Instituto Anísio Teixeira, localizado na Rua das Muriçocas, sem número, Paralela, em Salvador. O resultado também será divulgado no Portal da Educação através de arquivo PDF, por meio de consulta no sistema o qual realizou a inscrição e no blog da Educação Profissional: www.educacaoprofissionaldabahia.blogspot.com

Qual a duração o curso?Os cursos de formação técnica terão duração de 2 anos.

O que será feito caso não complete as vagas?Serão convocados os/as demais estudantes de acordo com a ordem de classificação no sorteio.

Quais são os custos?Não existem custos para os/as estudantes. Os cursos são ofertados pela Rede Estadual de Educação.

Existe algum tipo de incentivo como bolsa ou crédito?Não existe nenhum tipo de bolsa.

Quais são os documentos necessários para inscrição?Ao acessar a página de inscrição, o(a) candidato(a) deve informar o número do CPF e fazer apenas uma opção de curso, indicando qual o Centro Territorial, Estadual ou unidade que quer estudar. Também deve apontar o turno de sua preferência e optar entre o primeiro e o segundo semestres de 2011.

Onde posso acompanhar o resultado?No site em que foi feita a inscrição, no blog da Educação Profissional da Bahia, no Centro ou unidade onde você irá cursar.

Quais são os cursos disponíveis?No site em que será feita a inscrição é disponibilizada uma listagem com as unidades, os cursos oferecidos, os turnos e local de funcionamento.

Posso me inscrever em mais de um curso?Não. Só é possível participar do sorteio concorrendo a apenas um curso.

Sou portador de necessidades especiais como devo proceder?Na tela de inscrição selecione a opção ‘Sim’ no campo ‘Portador de Necessidades Especiais’ e em seguida indique a(s) necessidade(s) que possui.

É possível aproveitar a minha nota do Enem?Não

Os cursos são reconhecidos?Sim. Todos são organizados conforme Legislação Federal.

Posso me inscrever em vagas remanescentes? Existe reclassificação?O sorteio eletrônico é único e as vagas remanescentes serão preenchidas automaticamente seguindo uma ordem de classificação.

É preciso limite de renda para participar?Não existe avaliação de renda familiar ou qualquer outro tipo de comprovação referente à renda.

Quem tem graduação, pós-graduação, mestrado ou doutorado pode participar?Sim. Desde que tenha concluído o ensino médio em escola pública da rede federal, estadual ou municipal.

Por que as vagas são distribuídas por sorteio eletrônico e não mediante prova e/ou seleção?As vagas são oferecidas exclusivamente para os egressos da rede pública, beneficiando assim os que não têm condições de pagar por um curso de Educação Profissional. O sorteio eletrônico além da transparência do processo, permite a igualdade de condições para o ingresso nas escolas da rede estadual, evitando a chamada “meritocracia”. É que antes o ingresso do/a estudante nestes cursos era por prova e logicamente aquele que tem uma formação em escola privada ou fez o cursinho tinha mais condições de passar. Agora, as vagas são somente para egressos da rede pública, mediante inscrição e sorteio público, uma forma democrática de acessar a Educação Profissional no Estado.

Como posso ter certeza de que o sorteio é seguro?Todo o processo é acompanhado por representantes de órgãos controladores do Estado como Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, professores e é aberto para acompanhamento de estudantes e pais.

Quais são os critérios de classificação?Tudo é feito por sorteio eletrônico, sem interferência humana. Todos/as os/as inscritos/as serão classificados/as, mas apenas serão convocados aqueles/as que sorteados de acordo com o número de vagas disponibilizadas, por curso, nos centros e unidades.

Existe limite de idade?Não existe limite de idade.

Local onde o/a estudante irá cursar?Se convocado no sorteio eletrônico, deverá cursar nos centros ou unidades para os quais se inscreveu.

A inscrição pode ser cancelada a qualquer momento?Sim. O cancelamento pode ocorrer a qualquer momento.

Caso esqueça minha senha para acompanhamento da página de inscrião, como posso proceder?Na tela de acesso deverá clicar em ‘Esqueceu sua senha?’, digitar o seu CPF, clicar no botão ‘Lembrar minha senha’ e aguardar que o e-mail seja enviado para o endereço cadastrado no sistema.

Posso passar a minha vaga para outra pessoa?Não é possível passar a vaga para outra pessoa mesmo que esta tenha participado do sorteio eletrônico.

Em caso de dúvidas a quem devo recorrer?Entre em contato com o Help Desk 0800-285-8000.

Quando serão realizadas as matrículas?
A matrícula ocorrerá de 24 a 25 de janeiro de 2011. As pessoas contempladas deverão se dirigir aos centros territoriais, estaduais e unidades de Educação Profissional para os quais se inscreveram.

Quais documentos devem ser apresentados no ato da matrícula? CPF – histórico escolar – carteira de identidade – comprovante de residência e
duas fotos três por quatro.

Encontro de gestores aborda efetividade social

Começa na próxima segunda-feira (dia 29) e prossegue até quinta-feira (dia 02), no Hotel Vila Mar, em Salvador, o III Encontro de Gestores de Educação Profissional (2010): Construindo a Efetividade Social e a Qualidade Pedagógica. O objetivo preparar o ano letivo de 2011, abordar as diretrizes e desafios para 2011-2014, garantir a efetividade social e a qualidade pedagógica, abordar a estabilidade da rede com ênfase no concurso público, a Educação Profissional no fortalecimento da educação básica e o atendimento às demandas estratégicas na educação dos trabalhadores.

O encontro reunirá cerca de 380 participantes. São diretores/as das Direc´s, diretores e vices dos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional e diretores das unidades que ofertam EP e Trilha/Projovem Urbano. Nestes quatro dias serão abordadas diferentes dimensões da Educação Profissional, que envolvem, por exemplo, o institucional, o pedagógico, o financeiro e a gestão dos centros de EP.

De acordo com o superintendente da Educação Profissional do Estado, Almerico Lima, o ano 2010 é de comemorações para a Educação Profissional. Representa a consolidação de uma política pública que vem beneficiando, cada vez mais, jovens e trabalhadores/as baianos/as egressos da escola pública, com qualificação e formação profissional, preparando-os para a inserção cidadã no mundo do trabalho. Segundo ele, este momento é apropriado para avaliar o que foi construído até agora e preparar o que será feito, planejar o futuro.

Segundo Lima, neste três anos, vários foram os desafios superados e conquistas alcançadas. Para ele, a EP é uma política pública cada vez mais consolidada. “E tudo isso só está sendo possível graças ao esforço de todos/as os/as envolvidos/as nesse processo: gestores/as, professores/as, estudantes, pais, mães, prefeituras, trabalhadores/as, empresários/as e movimentos sociais”, afirma. Ele destaca que: “ Ao final da primeira gestão do Governo Bahia/Terra de Todos Nós, é hora de fazer este balanço. Mais que isso: contribuir para que a rede de EP seja ainda mais fortalecida e esta política pública beneficie um número cada vez maior de baianos/as para que continuem a se beneficiar do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do nosso estado”.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Mundo do Trabalho é tema da II Feira do Cetep Itapetinga

A II Feira do Centro Territorial de Educação Profissional de Itapetinga (CETEP de Itapetinga), em Itororó, está mobilizando a comunidade estudantil na II Feira do CETEP que tem como tema principal o mundo do trabalho. O evento, que acontece desde ontem e prossegue até esta quinta-feira (dia 25), aproxima os/as estudantes da vida profissional, possibilitando que coloquem em prática conhecimentos adquiridos nas salas de aula, por meio de serviços gratuitos prestados à população.

A prestação de serviço é de acordo com as habilidades e produções específicas de cada curso. Estudantes de Enfermagem, por exemplo, fazem verificação de pressão arterial, teste de glicemia, passam informações sobre noções de higiene; os/as do Técnico em Agroecologia realizam distribuição de mudas de árvores nativas e os/as de Agroindústria promovem a degustação de alimentos beneficiados durante aulas práticas. A feira também envolve estudantes de Informática e Cooperativismo.

Para a realização da atividade, os estudantes foram divididos em grupos, sendo responsáveis por 9 salas temáticas onde temas como: Um mundo de oportunidades, Transformação de alimentos, Cuidando da saúde, Por uma vida sustentável, Teatro Agroecológico, Conectado ao mundo e Um novo olhar sobre o mundo do trabalho estão sendo apresentados aos visitantes. A II Feira do CETEP de Itapetinga é pautada no Trabalho como Princípio Educativo, uma vez que a intervenção social é o principio pedagógico que orienta a ação, conforme o Plano de Educação Profissional da Bahia.

Estudantes do CETEP do Semiárido conhecem instituições de pesquisas

Antônio Márcio, estudante do 2º ano do Curso Técnico em Agropecuária do Centro Territorial de Educação Profissional do Semiárido, em São Domingos, está motivado com o universo da pesquisa que é um dos princípios pedagógicos do Plano de Educação Profissional da Bahia. Esta possibilidade de conhecimento ficou ainda mais evidente para ele depois que juntamente com outros/as estudantes do CETEP participaram de uma aula de campo em instituições de pesquisa em Juazeiro e Petrolina.

Durante dois dias, os/as futuros técnicos conheceram o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sertão Pernambuco (IFPE), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa). “O melhor de tudo é que todo aprendizado e experiências adquiridos em sala de aula e, em especial nesta visita serão voltadas para a melhoria do nosso Território”, comemora Antônio Márcio.
A ação pedagógica favoreceu aos estudantes a possibilidade de conhecerem as experiências das instituições, possibilitando um maior amadurecimento quanto a técnicas de produção apropriadas para o Semiárido, algo fundamental, segundo os princípios do Plano de Educação Profissional da Bahia, nesta etapa de qualificação e formação dos/as estudantes para o mundo do trabalho.

Dentre as atividades realizadas, eles/elas conheceram diferentes tipos de tecnologia de irrigação, a exemplo do pivô central e por gotejamento. Também visitaram áreas de plantação de uva, horta orgânica e setores como avicultura de postura, bovinocultura e suinocultura. Assistiram palestra sobre processamento e beneficiamento de frutos nativos da Caatinga. E ainda participaram de trilha ecológica na Caatinga, foram até laboratórios e viveiros de mudas, conheceram técnicas de aproveitamento de água da chuva e barragem subterrânea e de dessalinização.
Para o Diretor do CEEP Semiárido, Crispim Nelson, este tipo de ação pedagógica “eleva a auto-estima dos/as estudantes e contribui para a definição de habilidades profissionais que garantem a formação técnica especifica para o pleno exercício da profissão e com qualidade”.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Ações pedagógicas no Dia do Músico

A Diretoria de Desenvolvimento Pedagógico da Educação Profissional(Dirdep) da Superintendência da Educação Profissional (Suprof), considerando as datas comemorativas relevantes para a Educação Profissional, está sugerindo ações pedagógicas para os Centros Territoriais, Estaduais e unidades que ofertam EP. Nesta segunda-feira (dia 22), dedicado ao músico, propõe uma reflexão sobre a temática.

A Dirdep acredita que este dia pode ser uma grande oportunidade para que os/as estudantes conheçam melhor os músicos da sua cidade e sugere que alguns músicos sejam convidados para falarem um pouco do seu trabalho e apresentar algumas produções artísticas. Outra sugestão é a de que os/as estudantes sejam incentivados a realizar pesquisas sobre músicas que falem de trabalho e de vivências da comunidade e do município, assim como as canções que integram o mundo do trabalho, a exemplo das batas de feijão, das rodas de samba.

E para homenagear os/as estudantes/as da área:

Cio da Terra
Chico Buarque

Debulhar o trigo
Recolher cada bago do trigo
Forjar no trigo o milagre do pão
E se fartar de pão.
Decepar a cana
Recolher a garapa da cana
Roubar da cana a doçura do mel
Se lambuzar de mel
Afagar a terra
Conhecer os desejos da terra
Cio da terra, propícia estação
E fecundar o chão

http://recantodasletras.uol.com.br/artigos/272706

http://www.kboing.com.br/mpb-4/

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

CETEP Sertão do São Francisco promove Feira de Oportunidades

O Centro Territorial de Educação Profissional Sertão do São Francisco realiza neste sábado (dia 20), das 7h às 17h, na Praça da Bandeira, em Juazeiro, a Feira de Oportunidades. Como o nome revela, a Feira tem como objetivo ser uma grande vitrine, uma grande mostra para que os estudantes dos cursos técnicos de nível médio do CETEP apresentem conhecimentos, habilidades e valores adquiridos no processo de ensino-aprendizagem. Nesse sentido, serão realizadas exposição e prestação de serviços à sociedade juazeirense.

Não à toa, a Feira de Oportunidade tem como central: “Empreendedorismo - inclusão e democratização das oportunidades”. É que os/as estudantes foram estimulados/as a idealizar, desenvolver e realizar ações relevantes para a sociedade, usando muita criatividade e imaginação como atividade pedagógica multidisciplinar. Foram motivados/as a conhecer um pouco mais sobre o que é empreendedorismo individual e coletivo e a partir daí criar oportunidades para o seu crescimento pessoal e profissional e de inserção no mundo do trabalho podendo, quem sabe, vislumbrar o seu próprio negócio.

A Feira de Oportunidade é uma ação pedagógica pautada no Trabalho como Princípio Educativo que é uma das bases do Plano de Educação Profissional da Bahia. Estarão envolvidos diretamente estudantes dos cursos técnicos em Agroindústria, Agricultura, Agropecuária, Agronegócio, Meio Ambiente, Gerência em Saúde, Enfermagem e Cooperativismo.

CETEP do Extremo Sul realiza I Semana de Informática

Começa na próxima segunda-feira (dia 22) e prossegue até sexta (dia 26) a I Semana de Informática do Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul, em Teixeira de Freitas. A proposta é apresentar à sociedade o resultado das ações pedagógicas do curso Técnico em Informática do CETEP e como os/as estudantes, durante o ano letivo, foram sendo preparados/as para ter a melhor qualificação e formação profissionais.

Serão realizadas várias atividades, dentre as quais, apresentações de trabalhos de iniciação científica do/as estudantes e mini-cursos sobre: Criação de layout com CSS, Manutenção básica de computadores, Programação Pascal, Introdução a redes LAN, Gerenciamento de conteúdo na Internet, com destaque para criação de blogs e softwares matemáticos na educação. Entre as palestras programadas, temas como: Gestão de TI nos centros técnicos, Certificações Windows e Linux, TI e negócios e Segurança da informação com software livre.

O tema central da semana é “Debate e Parametrização dos Cursos Técnicos em Informática do Extremo Sul”. A perspectiva também é a de que a semana sirva para integrar estudantes da área e de outros cursos tanto de Teixeira de Freitas quanto de outras cidades daquele território como: Medeiros Neto, Itanhém, Alcobaça e Caravelas.

CETEP do Baixo Sul realiza II Encontro Interativo da Educação Profissional da Bahia

Verificação da pressão arterial, teste de glicemia e de Hepatite B e C são alguns dos serviços prestados gratuitamente à população de Gandu pelos estudantes dos cursos técnicos de nível médio em Nutrição e Dietética, Enfermagem e Análises Clínicas, do Centro Territorial de Educação Profissional do Baixo Sul. As atividades, que também envolvem serviços na área ambiental prestados por estudantes de Agroecologia e de legalização de empresas, por estudantes de Administração, ocorrem durante o II Encontro Interativo da Educação Profissional do CETEP do Baixo Sul que começou ontem (dia 18) e prossegue até hoje (dia 19).

O objetivo é divulgar os cursos técnicos de nível médio oferecidos pelo CETEP do Baixo Sul e, principalmente, proporcionar aos estudantes, a participação em atividades de extensão, para que coloquem em prática os conhecimentos e o processo de aprendizagem adquiridos nas salas de aula, por meio da prestação de serviços à sociedade. Em outras palavras, coloca-se em prática o princípio pedagógico da intervenção social, adotado pela Superintendência da Educação Profissional (Suprof) para os cursos de Educação Profissional do estado.

Anderson Brito, estudante do 2º ano do Curso Técnico em Administração, afirma que já está se inserindo no mundo de trabalho por meio do estágio e que está sendo proveitoso colocar em prática o que aprendeu na sala de aula.
Para a diretora do CETEP do Baixo Sul, Jusseandre Santana, este evento “é uma atividade prática que contribui diretamente para a formação profissional dos/as estudantes”.

Trabalho como princípio educativo
O encontro tem como tema central: “O trabalho como princípio educativo”, uma das bases conceituais e pedagógicas do Plano de Educação Profissional da Bahia. Isso significa que o trabalho é reconhecido não apenas pelo seu valor econômico, mas pelo seu aspecto social e histórico, como princípio da formação do ser humano integral. Além disso, o trabalho também é reconhecido no seu caráter fílosófico e epistemológico de produtor de conhecimentos, o que implica reconhecimento dos saberes do trabalho.

Ou seja, para além de preparar os jovens e trabalhadores/as baianos/as para o mundo do trabalho preparando-os/as para atender às demandas socioeconômicas e ambientais do Estado da Bahia, o objetivo compreende também que o/a estudante torne-se uma pessoa e um/a cidadão/ã pleno/a, um/a sujeito/a de direitos capaz de intervir no mundo do trabalho e na sociedade.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

II Cortejo das Artes lembra com poesia e cultura o Dia da Consciência Negra

Diferentes manifestações artístico-culturais marcarão o Dia da Consciência Negra, 20 de Novembro, durante o II Cortejo das Artes realizado pelo Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design. O cortejo saíra, às 16h, do CEEP em Artes e Design que funciona no Colégio Central e seguirá até a Praça da Sé.

Por meio do canto, da dança e de outras formas de expressão da cultura africana, os/as estudantes dos cursos técnicos de nível médio em Gestão em Projetos Culturais, Comunicação Visual, Artes Visuais, Documentação Musical, Instrumento e Regência, lembrarão poetas abolicionistas, como Castro Alves, Solano Trindade e Luiz Gama e o canto de labor dos negros escravizados. Será uma forma de promover o reconhecimento e a valorização da cultura africana.

Com o cortejo a proposta também é a de mostrar à sociedade, o resultado desta ação pedagógica que contribui para a formação integral do/a estudante, tornando-o/a, ainda mais consciente das origens, história, identidade e cultura nacionais e do seu papel na sociedade.

O II Cortejo das Artes terá como tema: Vozes da Liberdade: Poetas Negros e Abolicionistas - Cantos de Labor. Terá, dentre outras atrações, a banda de percussão com 40 músicos, integrando assim, as linguagens literária, musical, visual e cênica.

Indicação Medalha Nilo Peçanha

O professor e superintendente da Educação Profissional do Estado da Bahia, Almerico Lima, foi indicado pelo MEC para receber a Medalha Nilo Peçanha. A honraria faz parte das comemorações do centenário da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica e a medalha será conferida pelo Ministro da Educação às personalidades que prestaram relevantes serviços à Educação Profissional e Tecnológica no país.

A indicação do professor Almerico se deve aos mais de 35 anos de vinculação à educação profissional, iniciada em 1975 quando ingressou no curso técnico em Química Industrial na Escola Técnica Federal da Bahia (ETFBA). Após trabalhar no Pólo Petroquímico de Camaçari e militar no Movimento Sindical (Sindiquímica, Confederação Nacional dos Químicos e CUT-Bahia), direcionou sua trajetória profissional e de vida, à docência, pesquisa e gestão da Educação Profissional, graduando-se em Pedagogia e obtendo título de Mestre e Doutor em Educação, sempre tendo como objeto a qualificação dos trabalhadores.

Antes de assumir a Superintendência de Educação Profissional (Suprof), em 2008, foi Diretor de Qualificação Profissional do Ministério do Trabalho e Emprego (2003-2007).

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Estudantes do CETEP do Piemonte da Diamantina conhecem Embrapa Semiárido

Com 37 anos de existência, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) é referência nacional e até mundial em pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura. E foi um pouco das experiências desenvolvidas pela Embrapa que os/as estudantes do CETEP do Piemonte da Diamantina, em Capim Grosso, conheceram ao participar de uma aula de campo na Embrapa Semiárido, em Petrolina-Pernambuco.

Os/as estudantes percorreram várias instalações da Embrapa Semiárido. Assistiram vídeos sobre diferentes áreas de pesquisa, fizeram passeio pela trilha ecológica, visitaram a biblioteca, a estação de reciclagem, onde é feito gerenciamento de resíduos após coleta seletiva do lixo e assistiram palestras sobre melhoramento genético das plantas. Tiveram a oportunidade de ir à Xiloteca. Na Xiloteca estão mais de 100 amostras de madeiras de 83 espécies arbóreas e arbustivas do bioma Caatinga. São indicadas as variações morfo-anatômicas externas e internas do caule de vegetais, que são características importantes para se selecionar espécies que possam ser utilizadas para fins madeireiro e/ou energético.

Esta ação pedagógica, segundo gestores e professores do CETEP, serviu para mostrar para as/os estudantes como as pesquisas e o uso das tecnologias podem promover o desenvolvimento rural do semiárido brasileiro. Por meio destas ferramentas, é possível conferir eficiência produtiva ao setor agropecuário, reduzir custos de produção e aumentar a oferta de alimentos pelo uso de tecnologias que apresentem viabilidade econômica, impactos sociais positivos e conservação ambiental, evitando o êxodo rural e a pobreza.

A vice-diretora articuladora com o mundo do trabalho do CETEP, Renata Loula, disse que a aula de campo “foi muito interessante. Os/as estudantes ficaram estimulados ainda mais com o curso e puderam perceber a dimensão e possibilidades de sua atuação no mundo de trabalho. Inclusive já estamos analisando os futuros estágios nesta área”, comentou.

A estudante Dayane Brás, 17 anos, do 2º ano do Técnico em Agroecologia disse que esse tipo de atividade é enriquecedora. "Adorei a visita técnica, passear na trilha ecológica e conhecer a ecoteca que tem coleções de referência da flora e da fauna do semiárido. Foi muito importante, pois observando a grande diversidade de flora e fauna da Caatinga, é que percebemos a necessidade de preservar e de atuar na educação ambiental para conservar as espécies que correm perigo de extinção", avalia.

CETEP da Bacia do Paramirim realiza Semana da Cultura

O CETEP da Bacia do Paramirim, em Macaúbas, promoveu a Semana da Cultura; uma alusão ao 5 de Novembro, Dia Nacional da Cultura. A ação foi pautada na concepção pedagógica do Plano de Educação Profissional da Bahia que prevê a formação integral do/a estudante, o que passa pelo conhecimento e integração com a realidade sócio-econômica-ambiental e cultural do seu local de origem.

Várias atividades como oficina de textos, exibição de filmes, apresentação de reisados e filarmônicas foram realizadas. O objetivo é valorizar a cultura macaubense e do Território Bacia do Paramirim, pois a Semana da Cultura também contou com a participação dos municípios de Boquira e Paramirim. Na grade da programação, destaque para o dia 05, quando foram realizadas exposição Literatura em Foco, no pátio do CETEP, apresentação da Lira Nossa Senhora das Graças (Canabravinha de Paramirim), do Grupo da Terceira Idade de Boquira e do Grupo da Terceira Idade de Macaúbas.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Prorrogadas até o dia 14 as inscrições do concurso para professores na rede Estadual

As inscrições do concurso público para professor da rede estadual da Bahia foram prorrogadas até o dia 14 de novembro, devido aos feriados do Servidor Público (29 de outubro) e dos Finados (2). As vagas são para 20 horas semanais e a remuneração inicial é de R$ 858,32, com perspectivas de progressão ao longo da carreira.

O concurso oferece 3.200 vagas, na capital e em todos os municípios baianos, para todas as disciplinas (Educação Física, Artes, Língua Portuguesa, Inglês, Espanhol, Matemática, Geografia, História, Filosofia, Sociologia, Biologia, Química e Física).
As inscrições devem ser feitas no site do Cespe/Universidade de Brasília, até as 23h59 do dia 14 (observado o horário oficial de Brasília/DF). Para participar é necessário ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de licenciatura plena específica para a disciplina à qual está concorrendo.

“Para se inscrever o candidato precisa ter o curso de licenciatura na disciplina e seu curso deve ter o certificado de instituições credenciadas pelo MEC. Devido às solicitações no site da Ouvidoria do Estado, na coordenação de concurso, além do feriado prolongado, as Secretarias de Educação (SEC) e de Administração (Saeb) resolveram prorrogar a data do concurso”, explicou o diretor administrativo de Recursos Humanos da Saeb, Robson Carvalho.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Boletim da EP destaca encontro do Conselho Estadual de Educação para discutir diretrizes da Educação Profissional

O Boletim da Educação Profissional desta semana destaca um encontro promovido pelo Conselho Estadual de Educação para discutir a elaboração das novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio do Brasil.

O CEE reuniu, em Salvador, dezenas de representantes de instituições federais, estaduais, de entidades educacionais privadas e pesquisadores em Salvador, para o debate sobre a proposta da Resolução que define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional nos termos da Lei 9.394/96, alterada pela Lei no 11.741/2008, que está em discussão no Conselho Nacional de Educação (CNE).

Veja o boletim completo: clique aqui

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

SEC distribui mais 80 mil livros para estudantes do Trilha/ ProJovem Urbano

A Secretaria da Educação iniciou nesta semana a distribuição de mais 80 mil livros, encaminhados pelo Ministério da Educação (MEC), para serem utilizados nas aulas do Programa Tilha/ProJovem Urbano. Três carretas carregadas com os exemplares saíram de Salvador para 36 escolas da rede pública localizadas em 31 municípios. Esta é a segunda remessa de livros para o Tilha/Projovem Urbano, o que totaliza 167 mil exemplares distribuidos em 2010.

No mês de abril foram encaminhados 87 mil livros para municípios como: Aurelino Leal, Ubaitaba, Amargosa, Valença, Gandu, Coaraci, Ibicaraí, Canavieiras, Jaguaquara, Jequié, Ipiaú, Barra do Choça, Caetité, Guanambi e Itapetinga. No primeiro lote desta segunda remessa, mais de 31 mil livros irão beneficiar os estudantes de Euclides da Cunha, Paulo Afonso, Tucano, Entre Rios, Cícero Dantas, Mata de São João, Candeias, Santo Amaro, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Nazaré e Vera Cruz. O segundo e o terceiro lote serão entregues ainda em novembro em cidades do Sul, Sudoeste e Oeste.

Além de livros de disciplinas da Matriz Curricular nacional, como português e matemática, as carretas vão levar para o interior do Estado exemplares referentes aos Arcos Ocupacionais que são diretamente relacionados à qualificação profissional.

Mais de 13.500 unidades de material escolar como caneta, lápis, borracha, cadernos , giz também foram encaminhados às Diretorias Regionais da Educação (Direcs), para serem entregues aos estudantes e professores do Tilha/ProJovem Urbano. Os kits deverão ser distribuídos nas escolares dos 70 municípios que possuem o programa. Mais de 11 mil jovens serão beneficiados.

Sobre o TRILHA/Projovem Urbano

O Trilha/Projovem Urbano e o Trilha/SEC são duas ações desenvolvidas pela Secretaria da Educação, no âmbito da Suprof, dentro do Programa Tilha - Programa Estadual de Inserção de Jovens no Mundo do Trabalho – com ações em diferentes secretarias. O Trilha foi criado pelo Decreto Estadual de nº 11.262, em 21 de outubro de 2008, com objetivo central de inserir jovens em atividades produtivas, seja em postos formais de trabalho ou em atividades empreendedoras para a geração de renda, a exemplo da economia solidária, motivando-os para o exercício da cidadania. A terceira ação do Trilha na Secretaria da Educação é o Trilha/Projovem Saberes da Terra, executada pela Superintendência de Educação Básica (SUDEB).

O Trilha/Projovem Urbano é dirigido a jovens e trabalhadores/as, com idade entre 18 e 29 anos de idade, que não concluíram o ensino fundamental (8ª série) e que estão fora da escola. Os cursos do Trilha/ Projovem Urbano têm duração de 18 meses e são ministrados na Rede Estadual de Ensino em apenas um turno. Esse programa estimula o retorno dos jovens e trabalhadores/as para a escola. Ao mesmo tempo em que o estudante faz o curso de iniciação profissional, conclui o ensino fundamental (8º série) e se prepara para o mundo do trabalho. Outra vantagem é que, durante o curso, o/a estudante recebe uma bolsa-auxílio de R$ 100 por mês e depois poderá continuar sua formação fazendo um dos cursos da Educação Profissional ofertados na rede estadual.

O Trilha/ProJovem Urbano oferece 12 cursos: Agroextrativismo, Alimentação, Construções e Reparos I, Construções e Reparos II, Metalmecânica, Saúde, Pesca/Piscicultura, Madeira e Móveis, Telemática, Turismo e Hospitalidade, Vestuário e Joalheria.

CETEP da Bacia do Paramirim realiza Semana da Cultura

O CETEP da Bacia do Paramirim, em Macaúbas, promove nesta quinta-feira (dia 28) e de quarta a sexta-feira da semana que vem (de 3 e 5), a Semana da Cultura, uma alusão ao 5 de Novembro, Dia Nacional da Cultura. A ação é pautada na concepção pedagógica do Plano de Educação Profissional da Bahia que prevê a formação integral do/a estudante, o que passa pelo conhecimento e integração com a realidade sócio-econômica-ambiental e cultural do seu local de origem.

Várias atividades como oficina de textos, exibição de filmes, apresentação de reisados e filarmônicas serão realizadas. O objetivo é valorizar a cultura macaubense e do Território Bacia do Paramirim, pois a Semana da Cultura também contará com a participação dos municípios de Boquira e Paramirim.

Confira a programação:

• Dia 28/10/2010
Oficina durante a 4ª e 5ª aulas, em cada turno, a partir do texto O que é o Brasil? de Roberto DaMatta.

• Dia 03/11/2010
Sessão simultânea de cinema em todas as turmas, durante a 2ª e 3ª aulas. Filme: Tapete Vermelho.

• Dia 04/11/2010
Apresentação do Reisado de Santa Teresinha – matutino.
Apresentação do Reisado da Lagoa do Maurício – vespertino.
Apresentação didática da Filarmônica N. Senhora da Imaculada Conceição (Macaúbas) – noturno.
Exposição fotográfica Passado e Presente: conhecendo o acervo e a memória arquitetônica macaubense, organizada pelo historiador macaubense José Antônio de Souza.

• Dia 05/11/2010: DIA DA CULTURA NACIONAL
Durante todo o dia haverá a exposição Literatura em Foco no pátio do Centro.
Apresentação da Lira N. Senhora das Graças (Canabravinha de Paramirim) – matutino.
Apresentação do Grupo da Terceira Idade de Boquira – vespertino.
Apresentação do Grupo da Terceira Idade de Macaúbas – noturno.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Conselho Estadual de Educação discute novas diretrizes para a Educação Profissional

A elaboração das novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio do Brasil entrou na pauta das discussões do Conselho Estadual de Educação (CEE). O CEE reuniu dezenas de representantes de instituições federais, estaduais, de entidades educacionais privadas e pesquisadores, em Salvador, para o debate sobre a proposta da Resolução que define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional nos termos da Lei 9.394/96, alterada pela Lei no 11.741/2008, que está em discussão no Conselho Nacional de Educação (CNE.

O MEC instituiu um grupo de trabalho, formado por especialistas, gestores federais e estaduais, sociedades científicas e representantes dos trabalhadores e dos movimentos sociais, que está encarregado de elaborar as propostas pedagógicas para a área. O resultado - proposta de parecer e minuta de resolução sobre as diretrizes nacionais - foi entregue pelo MEC ao CNE no último dia 1° de setembro. O superintendente da Educação Profissional do Estado da Bahia, Almerico Lima, doutor em Educação Profissional, fez parte do grupo de trabalho, como um dos representantes dos gestores estaduais de Educação Profissional.

No debate promovido pelo Conselho Estadual de Educação, conduzido pela presidenta do Conselho, Professora Aylana Barbalho e pelo presidente da Câmara de Educação Profissional do CEE, professor Albertino Nascimento, o também conselheiro professor Almerico Lima apresentou as principais questões que impactam a política pública de Educação Profissional.

A professora Aylana Barbalho disse que o evento foi muito importante porque refletiu o grande interesse de diferentes atores sociais em discutir a Educação Profissional. “É importante discutir que tipo de Educação Profissional queremos ter, as bases científicas, a cultura, o contexto local, para não dar foco apenas ao mundo do trabalho. É importante perceber de que lugar a gente está falando de Educação Profissional, que se dê conta que esse é o momento que a gente precisa ampliar, fortalecer nossa compreensão dessa oferta para que ao qualificar o trabalhador, se dê conta da formação plena do cidadão, preparando-o para o contexto e convivência nessa sociedade”, afirmou.

Segundo a professora Aylana, as contribuições do debate em Salvador serão encaminhadas para o CNE e após serem estabelecidas as novas bases da EP no país, será iniciado o trabalho para que seja feita nova resolução para Educação Profissional de Nível Médio na Bahia. Já o professor Albertino Nascimento, que também é diretor do Campus Salvador do IFBA (Rede Federal de Educação Profissional) ressaltou a importância da vinculação entre a educação básica e a profissional. “A experiência de mais de 100 anos da rede federal nos autoriza a defender o currículo integrado, lembrando que esta luta remonta à elaboração da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), passando pelas experiências dos trabalhadores nos anos 90, que agora se consolidará nas normativas nacionais”.

Princípio Educativo - Uma das bases conceituais e pedagógicas das novas Diretrizes da EP é o trabalho como princípio educativo já adotado na rede estadual. O superintendente Almerico Lima explica que, desta forma, o trabalho é reconhecido não apenas pelo seu valor econômico, mas pelo seu aspecto social e histórico, como princípio da formação do ser humano integral. E que é igualmente reconhecido no seu caráter fílosófico e epistemológico de produtor de conhecimentos, o que implica certificação dos saberes do trabalho. “O que queremos dizer com isso é que a formação de técnicos/as no país, deve compreender os fundamentos científicos e tecnológicos do sistema produtivo onde os jovens e trabalhadores/as atuam e também o contexto socioeconômico no qual estão inseridos”, afirma.

A formação profissional é um direito - Almerico Lima diz, ainda, que o documento aponta a formação profissional como um direito e dá uma resposta ao atual modelo que costuma imputar ao/a trabalhador/as a sua qualificação, sendo sua responsabilidade ser “empregável”. “Não trabalhamos nesta lógica. Assim como não trabalhamos com a visão da competição embutido na noção de competência. O que todos desejam não é uma Educação Profissional adestradora, mas que contribua para a formação integral dos/das futuros/as técnicos/as para que, como pontua o documento, tenham autonomia intelectual, orientação por um sentido ético, consciência e autonomia no trabalho para que entendam a ciência, os processos produtivos e as relações sociais com o sistema produtivo”, acrescentou.

Veja algumas das principais propostas da Resolução que definem as Diretrizes Curriculares Nacionais para a EP de nível médio nos termos da Lei 9.394/96, alterada pela Lei no 11.741/2008:

Integração - A Educação Profissional Técnica de Nível Médio, no cumprimento dos objetivos da Educação Nacional, integra-se, em suas diferentes formas – concomitante, integrada e subsequente – às diversas modalidades de educação, às dimensões do trabalho, da ciência, da tecnologia e da cultura e regula-se por esta Resolução.

Sobre os Cursos: Os cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio visarão proporcionar ao estudante o domínio dos fundamentos científico-tecnológicos, sócio-históricos e culturais de processos produtivos, em geral e específicos, de bens e serviços, assim como a apropriação de conhecimentos e técnicas necessários ao exercício profissional e da cidadania. Os cursos serão organizados por eixos tecnológicos, constantes do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos de Nível Médio instituído pela Portaria Ministerial 870/2008, aprovado pela Resolução CNE/CEB 03/2008, com base no Parecer CNE/CEB 11/2008. E a oferta dos cursos, inclusive na modalidade de Educação a Distância, será precedida de autorização à instituição de ensino pelo órgão regulador competente.

Pressupostos - A EP Técnica de Nível Médio em todas as suas formas de oferta nos termos da Lei, inclusive nas modalidades Educação de Jovens e Adultos e Educação a Distância, baseia-se nos seguintes pressupostos: Formação integral do educando; Trabalho como princípio educativo; Indissociabilidade entre formação geral e educação profissional; Indissociabilidade entre educação e prática social, considerando-se a historicidade dos conhecimentos e dos sujeitos da aprendizagem; Integração entre educação, trabalho, ciência, tecnologia e cultura como base da proposta e do desenvolvimento curricular; Integração de conhecimentos gerais e profissionais realizada na perspectiva da interdisciplinaridade, tendo a pesquisa como princípio pedagógico; Indissociabilidade entre teoria e prática no processo de ensino-aprendizagem; Articulação com o desenvolvimento sócio-econômico-ambiental dos territórios onde os cursos ocorrem e no Reconhecimento das diversidades dos sujeitos, das formas de produção, dos processos de trabalho e das culturas a eles subjacentes.

Projetos Pedagógicos - As instituições terão autonomia na concepção, elaboração, execução, avaliação e revisão do seu projeto pedagógico observando questões como: As exigências do caráter contraditório da produção social, como esfera e espaço de atividades de onde os sujeitos retiram os meios de reprodução de suas vidas; Os processos sócio-históricos e culturais que caracterizam a formação social brasileira, bem como sua relação com o contexto mundial; As características e identidades dos sujeitos adolescentes, jovens e adultos, considerando-se as múltiplas diversidades; A participação ativa de gestores e educadores responsáveis pela formação geral e específica, bem como da comunidade em geral; A articulação da instituição com familiares dos estudantes, com a comunidade local e a sociedade em geral; As necessidades socioeconômicas, culturais e afetivas dos estudantes; As condições didático-pedagógicas necessárias à qualidade do ensino e à valorização do trabalho docente e a escola como um lugar de memória, construindo-se de práticas que incentivem o vínculo entre os sujeitos que a constituem.

Currículo- Os currículos dos cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio deverão proporcionar ao/a estudantes: elementos para compreender e discutir as relações sociais de produção e de trabalho, bem como as especificidades históricas da vida nas sociedades contemporâneas; Os recursos para exercer sua profissão com idoneidade intelectual, tecnológica e moral, autonomia e responsabilidade, orientados por princípios éticos-políticos e compromissos com a construção de uma sociedade justa e fraterna; O domínio intelectual das tecnologias pertinentes ao núcleo politécnico do eixo tecnológico do curso e à sua matriz tecnológica de modo a permitir seu progressivo desenvolvimento profissional e sua capacidade de construir novos conhecimentos; o diálogo com diversos campos da ciência e da cultura como referências fundamentais a uma formação integral e os instrumentais de cada habilitação, por meio da vivência de situações práticas de estudo e trabalho, experimentos, oficinas, simulações, observações e estágios, sempre referenciados e associados aos processos descritos nas alíneas anteriores.

Certificação Profissional - O Ministério da Educação e o Ministério do Trabalho e Emprego, em cooperação com os demais ministérios, subsidiarão os sistemas de ensino na regulação de processos de formação e certificação profissional, que possibilitem aos cidadãos/ãs o aproveitamento e a validação de saberes profissionais adquiridos em experiências de trabalho e de estudos formais e não formais e a orientação para a educação ao longo da vida dentro de itinerários formativos coerentes com suas respectivas histórias profissionais.


Formação dos professores
- A formação inicial e continuada dos professores da Educação Profissional Técnica de Nível Médio contemplará, dentre outros eixos, a formação científica, formação tecnológica e formação didático-pedagógica, além de conhecimentos sobre o desenvolvimento sócio-econômico-ambiental dos territórios e sobre a diversidade dos sujeitos, das formas de produção e dos processos de trabalho dos diferentes locus onde os cursos ocorrem.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

CEEP em Logística e Transportes Luiz Pinto de Carvalho ganha prêmio nacional

O jornal “A Voz de Gaia”, feito por estudantes no Centro Estadual de Educação Profissional em Logística e Transportes Luiz Pinto de Carvalho, para chamar a atenção dos soteropolitanos sobre o Rio Camarajipe, no bairro Boa Vista do São Caetano, rendeu ao CEEP o prêmio de campeão da 5ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente. A olimpíada foi realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), uma das maiores instituições científicas do Brasil, com renome internacional, em parceria com a Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco). O prêmio recebido pelo CEEP foi na categoria “Elaboração de Textos”.

O CEEP também foi finalista por outra ação pedagógica denominada: “Lixo para que te quero? Popularização das Ciências e Estudos de Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) na escola”, pela categoria “Projeto de Ciências”. O professor articulador da Educação Profissional do CEEP, Alex Vieira, que é mestre e doutorando em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS, viajou para a cerimônia de premiação no Rio de Janeiro, acompanhado pelas estudantes Aline Carneiro, 18 anos, e Bruna Helem, 18 anos, do 3º ano do ensino médio, que atuaram como produtoras, repórteres e fotógrafas do jornal experimental.

Neste ano, foram inscritos quase 800 textos, vídeos e projetos de escolas públicas e privadas de todo o país. Somente 34 trabalhos com maior destaque nas etapas regionais foram avaliados na etapa nacional. O professor Alex disse que as ações pedagógicas selecionadas fazem parte de um trabalho de popularização das ciências desenvolvido no CEEP possibilitando que os estudantes interajam e façam intervenções no meio social em que vivem e, sobretudo, possam conhecer mais e mais o mundo das ciências e da pesquisa. “Essa premiação é um reconhecimento do fazer ciência que vem sendo desenvolvido na escola pelos estudantes”, afirmou.

A estudante Bruna Helem está felicíssima com a premiação. “Foi uma alegria imensa porque a concorrência era muito grande. Fiquei lisonjeada. A gente escolheu esse tema porque falar sobre o rio, é falar da nossa realidade, do nosso bairro”. Para ela, a premiação valoriza a escola pública e a ação pedagógica contribui para que se tenha um maior respeito com o meio ambiente. “Esse prêmio é importante para que as pessoas vejam que a escola pública tem seu mérito, tem qualidade. Além disso, a gente começou a olhar diferente o rio, como surgiu, o que era antes de virar um esgoto. Agora temos uma consciência maior sobre a importância do uso racional da água e passamos isso para a comunidade ao entregamos o jornal lá no bairro”, avalia.

A estudante Carlilane Moreira, 18 anos, esta foi uma das melhores experiências de sua vida. "Depois de muito esforço, coleta de informações, pesquisa e elaboração de matérias para o jornal, o tão esperado resultado foi alcançado. Mas, o mais importante foi o conhecimento adquirido no desenvolvimento do projeto e a nova forma de pensar que agora tenho sobre os problemas ambientais que cercam a sociedade atual e os males que esses problemas podem trazer à saúde de seus habitantes", avalia.

O superintendente da Educação Profissional do Estado (Suprof), Almerico Lima, disse que esta premiação reflete “o compromisso dos nossos educadores em formar cidadãos, sujeitos de direitos, capazes de intervir na sociedade e fazer a diferença, por meio de ações pedagógicas como estas previstas no Plano de Educação Profissional da Bahia”. Ele destacou que a iniciação científica e a intervenção social por meio das tecnologias sociais são parte dos princípios pedagógicos adotados pela Superintendência da Educação Profissional.

O RIO CAMARAJIPE - O jornal “A voz de Gaia” é um dos frutos destas experiências. Na edição de maio de 2010, vencedora da premiação, os estudantes relataram a situação do Rio Camarajipe, no bairro Boa Vista do São Caetano. Mostraram como o rio, de 14 km, está sendo impactado ao longo dos anos principalmente por questões decorrentes da expansão urbana. São impactos gerados, por exemplo, pelo acúmulo de lixo, despejo de efluentes, derrubada de matas ciliares e ocupação das margens por construções irregulares. Há relatos que na década de 70, o rio teve seu curso alterado. Na edição do jornal, são apresentadas também consequências para a população em função da poluição do Camarajipe: enchentes, proliferação de ratos e mosquitos e de doenças. Apresentam ainda, relatos de moradores antigos sobre o tempo em que o rio era vivo, quando se podia tomar banho e até pescar.

A experiência do jornal foi tão bem sucedida que o impresso passará a ter edições semestrais, sempre com a temática envolvendo “Popularização da Ciência”. As próximas edições contam com o envolvimento direto dos/as estudantes dos cursos técnicos em Refrigeração e Climatização, Eletrotécnica e Logística.

A Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente tem caráter educativo e objetiva estimular os/as estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e de Ensino Médio, de escolas públicas e privadas, reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), a construírem conhecimentos e refletirem de forma crítica e criativa sobre questões e problemas relacionados à saúde e ao meio ambiente.