Menu

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

CEEP em Biotecnologia e Saúde presta serviços gratuitos à população de Itabuna

A população de Itabuna será beneficiada com a prestação gratuita de vários serviços neste sábado (dia 18), durante a 3ª Feira de Saúde promovida na cidade pelo Centro Estadual de Educação Profissional em Biotecnologia e Saúde, antigo Colégio Polivalente. A feira acontecerá das 9h às 15 horas, na Praça Otávio Mangabeira, Centro, e vai contar com a participação dos estudantes dos cursos técnicos de nível médio Enfermagem, Nutrição e Dietética, Gerência em Saúde e Biotecnologia, do CEEP.

Serão montados nove estandes temáticos e quem for ao evento vai poder fazer aferição de pressão arterial, teste para saber qual o tipo sanguíneo, teste de glicemia e até avaliação nutricional. Serão prestadas orientações sobre promoção da saúde e prevenção de doenças como a DST/AIDS, preservação ambiental e combate ao desperdício de alimentos. Um banco de sangue também será instalado para doações.

A perspectiva dos gestores e professores do CEEP em Biotecnologia e Saúde é fazer com que os/as estudantes tenham cada vez mais aproximação com a sociedade, podendo, por meio dessa interação e prestação de serviços, desenvolverem, ainda mais, seus conhecimentos e habilidades técnicas; algo fundamental para o futuro exercício da profissão.

Sobre o CEEP em Biotecnologia e Saúde

O Centro Estadual de Educação Profissional em Biotecnologia e Saúde, em Itabuna, foi criado em dezembro de 2009. Ao ao transformar o antigo Colégio Polivalente em CEEP em Biotecnologia e Saúde, o centro passou a ofertar os cursos técnicos em: Enfermagem, Nutrição e Dietética, Biotecnologia e Gerência em Saúde e tem 729 matriculados. Este é um dos 11 Centros Estaduais e 27 Territoriais de Educação Profissional criados pelo Estado com o objetivo de interiorização a Educação Profissional na Bahia, possibilitando a formação e qualificação profissional dos jovens e trabalhadores/as para que tenham maiores oportunidades no mundo do trabalho nas cidades onde moram.

Ao criar os centros, o Estado aproveitou unidades cujas estruturas estavam ociosas. Com isso, recursos federais (Programa Brasil Profissionalizado) foram priorizados para a adequação e modernização dos centros, o que inclui reforma e ampliação, equipagem de laboratórios e montagem do acervo bibliográfico. O CEEP em Biotecnologia e Saúde é mantido com recursos do Estado, conta com laboratório de Enfermagem, recebeu investimentos do Tesouro Estadual de R$ 105 mil para o Plano de Adequação Física e Pequenos Reparos e está contemplado no Programa Brasil Profissionalizado devendo receber mais de R$ 300 mil para a construção de laboratórios de química, física, biologia, matemática e enfermagem.

A Educação Profissional no Território Litoral Sul - A oferta da Educação Profissional na Bahia subiu mais de 1.000 % nos últimos três anos, chegando a 40.100 estudantes matriculados no primeiro semestre de 2010. Só no Litoral Sul, além do CEEP em Biotecnologia e Saúde, em Itabuna, o Estado criou o Centro Estadual de Educação Profissional em Logística, Transporte e Produção Industrial, em Ilhéus, que oferta os cursos técnicos de nível médio em: Gestão e Negócios, Hospitalidade e Lazer e Controle e Processos Industriais e tem 458 estudantes matriculados.

Em Maraú foi criado o Centro Territorial de Educação Profissional Litoral Sul, onde são ofertados os cursos técnicos de Recursos Naturais, Hospitalidade e Lazer e Controle e Processos Industriais e tem 272 matriculados. Na região também há oferta de cursos técnicos em colégios estaduais das cidades de Una, Buerarema e Arataca. Em Arataca será criado o primeiro Centro Estadual de Educação Profissional do Campo, com cursos voltados para a área rural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário