Menu

terça-feira, 7 de maio de 2013

Emoção e alegria marcam formatura da Educação Profissional

A formanda Josiele e sua mãe 
O dia 06 de maio de 2013 entrou para a história de Josiele da Cruz Santos, 19 anos. Ontem ela estava entre os 1.931 formandos da Rede Estadual da Educação Profissional da Bahia e foi diplomada técnica em Análises Clínicas. “Este dia representa a consolidação de um sonho”, afirmou emocionada ao lado da mãe, a dona de casa Edvanda da Cruz Santos, 45, que não escondia a felicidade pela conquista da filha. “Estou muito feliz em ver minha filha aqui no Centro de Convenções sendo formada. Valeu à pena todo esforço e dedicação. A minha alegria representa a felicidade de todos os pais que aqui estão”.

A solenidade envolveu formandos de 29 cursos técnicos de nível médio ofertados por nove Centros Estaduais de Educação Profissional e 19 unidades escolares de Salvador. A formatura foi aberta com a execução do Hino ao 2 de Julho, pelo Coral do Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design que inovou no arranjo acrescentando a sanfona entre os instrumentos. 

Um vídeo com depoimentos de formandos foi apresentando, por meio do qual, os novos técnicos de nível médio mostraram como os cursos que fizeram, a exemplo do técnico em Informática, Eletroeletrônica, Instrumento Musical, Enfermagem e Análises Clínicas estão contribuído para a melhoria de vida deles. 
Governador conta sua trajetória de vida

O governador Jaques Wagner lembrou sua trajetória de vida durante a cerimônia. “Quando cheguei na Bahia fiz um curso de caldeiraria e tubulação em uma igreja no bairro do Uruguai e a partir daí as portas se abriram e fui trabalhar no Pólo. Virei técnico em Manutenção e depois entrei na vida política”, contou. Ele destacou, nesse sentido, a importância da formação profissional para jovens e trabalhadores e como essa política pública gera oportunidades. “O mais importante nisso, é entender que vocês agregaram uma profissão que pode abrir portas para vocês. Me orgulho de trazer meio milhão de empregos, inúmeras empresas, novas indústrias; de trabalhar todos os dias com planejamento para atrair novos investidores, gerar novos empregos e garantir oportunidade cada vez maiores principalmente para nossa juventude. Quero também parabenizar aqueles adultos que têm a coragem de voltar aos bancos das escolas para se requalificar. Nunca é tarde para aprender. Espero que o diploma possa significar um novo momento na vida de vocês assim como foi para mim o curso que fiz há tantos anos atrás”, acrescentou.
Osvaldo Barreto, Secretário da Educação 

O Secretário da Educação Osvaldo Barreto, ressaltou a evolução da oferta na Rede Estadual de Educação Profissional, destacando como esta política pública vem sendo expandida por toda a Bahia. “Evoluímos de 4.016 vagas em 2006, para mais de 64 mil estudantes matriculados em cursos técnicos de nível médio agora em 2013. A Educação Profissional é um dos focos do nosso trabalho e temos a certeza de que estamos trabalhando para a faixa da população que mais precisa. Para nós é uma alegria muito grande esse momento de culminância de formação de vocês”, afirmou.


Almerico Lima, superintendente da
Educação Profissional 

O superintendente da Educação Profissional, Almerico Lima, disse a formatura dos jovens e trabalhadores reflete um conjunto integrado de ações que vêm sendo realizadas vinculando a formação profissional ao atendimento das demandas geradas pelo desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Estado. Não à toa, segundo ele, a Educação Profissional vincula trabalho, educação e desenvolvimento e ciência, tecnologia e sociedade. “Com trabalho conseguimos muita coisa, mas sem educação o trabalho é precário. Não temos desenvolvimento sem a parte humana. Por isso a formação dos jovens e trabalhadores da Rede Estadual de Educação Profissional contempla o social, o econômico e o ambiental. Ficamos muito felizes com a constatação de que estamos contribuindo com a formação cidadã de várias gerações de trabalhadores, desde o jovem que sai do ensino fundamental até aquele trabalhador que volta para fazer o curso técnico em busca de melhores condições de vida”, acrescentou.
Yasmim Renner, oradora da formatura

A oradora da turma Yasmim Renner resumiu em sua fala, os sentimentos que nortearão a vida  dela e dos colegas a partir de agora. “Percebemos que já somos maiores do que imaginávamos. Nos nossos cursos, aprendemos mais que teorias, aprendemos como ser pessoas melhores. Que deste salão saiam grandes nomes, profissionais renomados. Contudo, acima de tudo sejamos felizes, meus colegas, meus amigos, porque é isso que realmente importa!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário